Crítica Textual, Edição de Texto, Humanidades Digitais

Programa da Área Temática
Coordenadoras: Esperança Cardeira, Cristina Sobral


18 de Julho







11.00-13.00

1. Problemas de transmissão (Anf. III)




Maria Ana Ramos (pres. de mesa)  




O texto latino da Regra de São Bento e as suas traduções portuguesas: novas perspetivas das relações genealógicas

Joana Serafim (ULisboa / Univ. Europeia); Filipa Roldão (Univ. Coimbra / ULisboa)











Sobre a transmissão do Sumario de todas as cousas succedidas em Berberia... 

Elena Lombardo (ULisboa)











Um olhar sobre a Vita Christi: descrição e transcrição dos fragmentos da primeira parte da obra

Sílvio Toledo Neto (USP)











Ascendentes textuais do Livro de Marco Polo

Maria Helena Garvão (ULisboa) 














15.00-16.30

2. Problemas dos textos modernos (sécs. XVIII-1921) (Anf. III)




Cristina Sobral (pres. de mesa)  




Metodologia para a edição crítica do teatro popular espanhol do século XVIII. Um caso prático nas comédias de Manuel Fermín de Laviano

Alberto Escalante Varona (Univ. Extremadura)











Aspetos de variação lexical entre um manuscrito minhoto do século XVIII e a sua fonte impressa

Ana João Herdeiro (Univ. Minho)











Da transcrição como exercício de escolho múltiplo

José Camões; Ariadne Nunes (ULisboa) 


















19 de Julho











11.00-12.00

3. Escrita e Filologia (Anf. III)




 Susana Pedro (pres. de mesa)  




Recorte da Escrita na Corte do Brasil

Manoel Mourivaldo Santiago-Almeida (USP)











Uma história escrita à mão: edições de documentos históricos brasileiros

Alícia Duhá Lose (UFBA)














15.00-16.30

4. A língua no processo de transmissão textual (Anf. III)




Teresa Brocardo (pres. de mesa)  




O estrato linguístico duocentista num manuscrito seiscentista – a Vida de Santa Senhorinha de Basto

Marta Cruz (ULisboa) 











O Livro dos Mártires de Bernardo de Brihuega: dois séculos de leitura em português

Cristina Sobral; Esperança Cardeira (ULisboa)











Formas e fórmulas galegas en instrumentos notariais en castelán da primeira metade do século XVI

Pedro Dono López (Univ. Minho)


















20 de Julho







11.00-12.30

5. Questões de doutrina e teoria em Crítica Textual (Anf. III)




 Sílvio Toledo Neto (pres. de mesa)  




Portugal, França e Brasil: uma, duas ou três críticas genéticas?

Carlota Pimenta (ULisboa)











Filólogos: quem são e para que servem?

Luiz Fagundes Duarte (Univ. Nova de Lisboa)














15.00-17.00

6. Conceitos de autor e edição genética (Anf. III)




 João Dionísio (pres. de mesa)  




«De cabeça para baixo a ver a terra girar». Os autógrafos de Mário Cesariny como desafio para a Crítica Textual

Laura Mateus Fonseca (Univ. Nova de Lisboa)











Edição crítico-genética e práxis poética

Enrique Rodrigues-Moura (Univ. Bamberg)











Os Sonetos que houve entre Antero de Quental e Oliveira Martins

Ângela Correia (ULisboa)











O texto que se lê de O Seminarista, de Bernardo Guimarães

Luana Souza (USP)














21 de Julho











9.00-11.00

7A. Edição e meios digitais (Anf. III)


7B. Edição de Cancioneiros (Anf. IV)


 João Paulo Silvestre (pres. de mesa)  


 Ângela Correia (pres. de mesa)  


Autoria, revisão colaborativa e apropriação cultural: para um modelo de edição da poesia de Pedro Homem de Mello

Elsa Pereira (ULisboa) 










O futuro das Humanidades Digitais é o passado

Jorge Viana Santos; Cristiane Namiuti (UESB)










A filologia digital em discussão. O caso da edição do Romanceiro de Almeida Garrett

Sandra Boto (Univ. Algarve / Univ. Coimbra)


Carolina Michaëlis e Henry Lang: um diálogo entre romanistas

Lênia Márcia Mongelli (USP); Yara Frateschi Vieira (UNICAMP)








Fernando Pessoa 2.0: novas ferramentas para velhos problemas

Simone Celani (Sapienza Università di Roma)


Crítica textual e filologia musical. A propósito das chansons RS 206 e RS 1752

Fabio Barberini (Université de Toulouse 2 –Jean Jaurès); Gianluca Bocchino (Sapienza Università di Roma)